Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!2 Coríntios 5:17

Frase do Dia

"Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e eu perdi tudo; mas tudo que que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo." Martin Luther King


Soli Deo Glória – “A Deus somente, a glória”, ou a exclusividade do serviço e da adoração a Deus.

Solus Christus -“Somente Cristo”, ou a suficiência e exclusividade de Cristo

Sola Fide -“Somente a Fé”, ou a exclusividade da Fé como meio de Justificação.

Sola Gratia – “Somente a Graça”, ou a única causa eficiente da salvação
Sola Scriptura - "Somente a Escritura"

sábado, 5 de março de 2011

Lição 10 - O Evangelho propaga-se entre os gentios

Texto Bíblico: Atos 10.44-48; 11.15-18

Introdução:

I. Os Gentios no Antigo Testamento
II. Os Gentios em o Novo Testamento
III. Judeus e Gentios unidos por Deus mediante a cruz


Prezado professor, a lição desta semana fala sobre “a propagação do evangelho entre os gentios”, baseada em Atos 10.44-48; 11.15-18.
Os objetivos desta lição são:

Conhecer a origem dos gentios no Antigo Testamento; Explicar a missão e a salvação entre os gentios nos Evangelhos e nos Atos dos Apóstolos;
 Concientizar-se que judeus e gentios formam a Igreja do Senhor mediante a cruz.

Na epístola aos Efésios no capítulo 2 e versículos 12-18, o apóstolo Paulo diz: “Naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegaste perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, na sua carne, desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades. E, vindo, ele evangelizou a paz a vós que estáveis longe e aos que estavam perto; porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito”.

O texto bíblico em apreço denota a natureza comunitária da Igreja do Senhor. Esta é a família espiritual criada por Deus, uma comunidade formada pelo Espírito Santo e estabelecida na obra expiatória de Cristo Jesus. A qual anula qualquer separação, dualidade e acepção de pessoas que possam existir no mundo.




Em Cristo Jesus, o Homem é um ser racional criado por Deus e não duas raças distintas. Em Cristo, não há: judeus nem gentios; branco nem negro; rico nem pobres; homem nem mulher; E nem rótulos denominacionais. Em Cristo Jesus, o nosso Senhor e Rei, somos um.

Prezado, professor aproveite esta lição para ensinar aos alunos o caráter de unidade da pessoa de Jesus Cristo. Explique que o conhecimento sobre a pessoa de Cristo só foi possível porque há muitos anos atrás alguns judeus, impactados pelo Espírito, compreenderam que o Evangelho não faz acepção de pessoas. O Evangelho de Cristo é para todos e sem exceção.

Boa aula.